HOME Notícias

Notícias

Fique por dentro do que acontece na ISJB...

Estreia 2019
Estreia 2019: “Para que a minha alegria esteja em vós” (Jo 15,11), A santidade é também para você

 

Campanha desse ano mostra o que é a santidade e os caminhos para alcança-lá

Produzido por Vinícius Melo, 03/01 às 15:44

 

A Estreia 2019, direcionada a todas as instituições e obras salesianas, traz nesse ano um pouco mais sobre santidade cristã. O tema sugerido pelo reitor-mor, P. Ángel Fernández Artime, busca refletir, especialmente com os jovens, que é possível alcançar a santidade, desmistificando a ideia vaga e alienada que temos sobre esse conceito. Seguindo os ideais apresentados pelo Papa Francisco, a campanha retoma a Exortação Apostólica Gaudete et Exsultate, sobre o chamado à santidade no mundo contemporâneo.

A Estreia apresenta a santidade como uma meta a ser seguida por cada pessoa. Segundo o reitor-mor, P. Ángel Fernández Artime, a santidade é uma bela proposta que Deus oferece a cada homem e mulher, é um chamado dirigido a todos os cristãos, pois ela é plenitude de vida e sinônimo de felicidade, sendo encontrada seguindo Jesus Cristo. Ele ainda completa dizendo “Não se trata de uma santidade para poucos heróis ou pessoas extraordinárias, mas de um modo ordinário de viver a existência cristã normal [...], todos e cada um, somos chamados à santidade: ela é a vida plena e realizada, segundo o desígnio de Deus, na plena comunhão com ele e com os irmãos. ”

Alcançar essa benção não é algo fácil, é uma escolha de vida e terá seus percalços. Dessa maneira, o reitor-mor nos lembra que na vida o importante é ser santo, não ser um dia reconhecido como tal. Ele também traz para nós, a imagem de Maria de Nazaré, mãe do Senhor, como o modelo mais belo e mais próximo da santidade cristã. Ainda segundo suas palavras, “O projeto de Deus para cada um de nós hoje é simplesmente a plenitude da vida cristã, que se mede segundo a estatura que Cristo alcança em nós e o grau que, com a graça do Espírito Santo, modelamos a nossa vida segundo a de Jesus, o Senhor. Não significa, pois, fazer coisas extraordinárias, mas viver unidos ao Senhor, fazendo nossos os seus gestos, pensamentos e comportamentos. ”

Já o Papa Francisco, na Exortação Apostólica Gaudete et Exsultate, após afirmar que para ser santo não é necessário ser bispo, sacerdote, religiosa ou religioso, acrescentou sobre santidade: “Todos somos chamados a ser santos, vivendo com amor e oferecendo o próprio testemunho nas ocupações de cada dia, onde cada um se encontra. És uma consagrada ou um consagrado? Sê santo, vivendo com alegria a tua doação. Estás casado? Sê santo, amando e cuidando do teu marido ou da tua esposa, como Cristo fez com a Igreja. És um trabalhador? Sê santo, cumprindo com honestidade e competência o teu trabalho ao serviço dos irmãos. És progenitor, avó ou avô? Sê santo, ensinando com paciência as crianças a seguirem Jesus. Estás investido em autoridade? Sê santo, lutando pelo bem-comum e renunciando aos teus interesses pessoais. ”