HOME Notícias

Notícias

Fique por dentro do que acontece na ISJB...

Cerimônia de lançamento de livros contou com a presença do Reitor-Mor, P. Ángel Fernández Artime
História, poesia e tradição são destaques de publicações salesianas lançadas na UCDB

Promovida pela Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco do Brasil (Cisbrasil), a cerimônia de lançamento dos três livros contou com a presença do Reitor-Mor, P. Ángel Fernández Artime, do conselheiro regional América Cone-Sul, Pe. Natale Vitali, e de inspetores do Cone-Sul.

 

O primeiro livro destacado foi o quarto volume das “Memórias Biográficas de São João Bosco”, em língua portuguesa, pela Editora Edebê e do Grupo Edebê, de Barcelona. A coleção original em Língua Italiana conta com 19 volumes e já existem traduções em espanhol e inglês. De acordo com o P. José Marinoni, que coordena o trabalho de tradução para o português, a intenção é lançar anualmente 2 novos volumes traduzidos até a concluir toda a coleção. “É muito importante que as Memórias Biográficas sejam traduzidas em outras línguas porque podemos conhecer bem o início da nossa congregação. Dom Bosco é um grande mistério que se vai descobrindo pouco a pouco e quem só lê as Memórias Biográficas pode ter a verdadeira percepção da grandeza de Dom Bosco”.

 

Para o conselheiro regional América Cone-Sul, Pe. Natale Vitali, “as novas gerações de jovens espalhadas por todo o mundo, muitas vezes não entendem o italiano, por isso, esta iniciativa da Cisbrasil de traduzir as Memórias do Italiano para o Português faz com que as novas gerações do Brasil tenham a possibilidade de entender o pensamento e o sentimento do coração de Dom Bosco. Em outros livros, temos o pensamento de Dom Bosco, nas Memórias Biográficas, temos o seu coração”, destacou o P. Natale.

 

O segundo livro lançado foi o resultado de um trabalho desenvolvido pela UCDB. Intitulada “Missão Salesiana de Mato Grosso: 125 anos de compromisso com a educação, cultura e saberes locais”, a obra foi organizada pelo professor Dr. Josemar de Campos Maciel e reúne uma coletânea de depoimentos, documentos e informações referentes ao trabalho desenvolvido pela congregação em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, de 1894 a 2019.

 

“Dom Bosco entende a sua obra como uma resposta à presença de Deus e é assim que nasce a atuação salesiana também na América Latina. Os salesianos vieram para Mato Grosso em 1884. Em alguns capítulos do livro, nós falamos dessa presença missionária, em outros citamos a história do Museu das Culturas Dom Bosco que preserva a cultura e educa para as futuras gerações. Ou seja, no livro, mostramos os 125 anos da presença salesiana no Centro-Oeste. Uma obra de cuidado, amor e providência, que tem enraizado o esforço de produção científica local”, expôs o Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UCDB, Dr. Cristiano Marcelo Espínola Carvalho.

 

O terceiro livro lançado durante a cerimônia é de poesias marianas. A obra “Ave Maria, Cheia de Graça” é o 27° livro escrito pelo Pe. Gildásio Mendes dos Santos, inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso, chanceler da UCDB e presidente da Cisbrasil. Composta por poesias, a publicação apresenta os momentos centrais da vida de Nossa Senhora, narrados pelos evangelistas São Lucas e São João, como a anunciação do anjo Gabriel, o nascimento de Jesus e a vista à Santa Isabel. A devoção Mariana é um dos pilares do carisma salesiano – os outros são o papa e a Eucaristia. Quando um salesiano escreve sobre a Mãe de Jesus, está vivendo uma parte importante da herança espiritual deixada por São João Bosco.

 

Durante a solenidade, o P. Ángel Fernandez Artime, 10º sucessor de São João Bosco na Congregação Salesiana, lembrou o momento histórico vivido pela Igreja ao final do Sínodo Pan Amazônico e a importância do trabalho missionário salesiano. “Como família salesiana e como salesianos estamos muito comprometidos com a realidade de todo o povo da Amazônia. Nós trabalhamos hoje com 63 povos originários em toda a realidade da Amazônia, no Peru, no Equador e no Brasil. Temos o dever de ser um centro de cultura, de oportunidade para tantos jovens diante de tantas realidades que temos no Brasil, entre elas, as dos povos originários”, afirmou.

 

fonte: www.missaosalesiana.org.br